sábado, 8 de setembro de 2007

Rock de Galpão - Neto Fagundes e Estado das Coisas (2007)

Este cd me foi trazido por um amigo (valeu aí, Rudy!) que veio ontem, dia sete, me dar uma força com a manutenção dos pc's...

01. Era uma vez
02. Semeadura
03. Merceditas
04. Castelhana
05. Cevando o Amargo
06. Entardecer
07. Vento Negro
08. Eu Sou do Sul
09. Cruz de Lorena
10. Origens
11. Bochincho
12. Canto Alegretense

...e merece mais que uma nota até, pois apesar de não ter saído assim o ''ideal'', à despeito da ótima produção, traz boas idéias em um repertório de clássicos gauchescos reinterpretados em versões ...roqueiras? Desculpas p'ra gauchada, confesso que não sou mesmo um grande admirador do trabalho do Neto Fagundes (apesar de haver composto já grandes canções, mas p'ra mim soava mais como como uma ''world music''(ai!) temperada de nativismo...sou mais um Bebeto Alves, então: Blackbagualnegovéio, hehehe...)

...Mas então? Que acontece? Como eu tinha dito, a produção é excelente, os músicos são super competentes...só vamos combinar que soul(Entardecer), jazz(Merceditas), funk(Cevando o Amargo) e...cowntry!(Castelhana)...não são coisas que tenham lá muito à ver com a música gaudéria...

...Porém admiremos mesmo assim o peitaço do seu Neto, filho do Bagre , irmão do Ernesto, sobrinho do Nico (todos já figuras legendárias do pago) e da rapaziada da banda Estado das Coisas, pois qüando a turma aposta num som mais ''fortinho''(Semeadura, Origens, Bochincho) é que constatamos que a mistura é sim, possível, e que a coisa fica boa!(Não, este não é um comentário imparcial)...

Release Oficial:
A idéia deste show vem do projeto Quinta Gaúcha, sucesso no "palco tambor" da Cervejaria Dado Bier, POA-RS. A união do talento de Neto Fagundes com o eclético rock da banda Estado das Coisas, mais a participação especial do gaiteiro Paulinho Cardoso é o resultado pra lá de especial entre a música regional gaúcha e o rock and roll.Já testemunharam o encontro, convidados de peso, intérpretes e instrumentistas gaúchos como Renato Borghetti, Jorginho do Trompete, Rui Biriva, Osvaldir e Carlos Magrão, Luciano Maia,Paulinho Fagundes,Leandro Rodrigues, Elton Saldanha ,Ernesto Fagundes .... A estrada é o limite para esta turma com suas bagagens cheias de ritmos e harmonias sulinas. Música e poesia se entreveram entre xotes, rock, vanerão, funk e baladas deixando gaudérios e urbanos muito à vontade frente a um repertório composto por autores do quilate de Apparicio Silva Rillo, Lupicínio Rodrigues, Jaime Caetano Braun, Vitor Ramil, Mário Barbará, Nico e Bagre Fagundes, José Fogaça, Elton Saldanha entre outros. A Estado das Coisas e Neto Fagundes, com suas leituras sonoras, tratam com o devido carinho e respeito esta mistura de estilos - chave deste galpão roqueiro, deste universo que é a nossa música e a nossa poesia. Rock de Galpão é tradição com ousadia, é o acústico e o elétrico mateando juntos, é o rock universal fazendo sala para o sul do Brasil, é o encontro dos extremos, a voz e o silêncio dos diferentes que se aceitam, assim mesmo, como são - e o diálogo, sim senhor, é possível!



Download: http://rapidshare.com/files/54154840/ROCK_DE_GALPAO.rar.html

Página Oficial: http://www.rockdegalpao.com.br/
My Space: http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewprofile&friendid=173892154

...mas ainda não é Heavy Metal...vamo lá, gurizada!

4 comentários :

  1. Caraca, vocês são mesmo fuçadores, li em algum lugar que esses grupos de rock gauchesco deixam os conservadores dos CTG's de cabelo em pé.

    ResponderExcluir
  2. Até que não, pois o que o pessoal conservador não aprecia é apresentar como tradicionalismo algo que na verdade é um pastiche comercial travestido de cultura gaúcha...

    ...no caso específico, este trabalho já vem com uma proposta diferenciada, e não se autodenomina ''nativismo''...além de, como eu tinha dito, o Neto Fagundes já ser uma figurinha carimbada aqui do Sul, já gozando de prestígio nos meios de comunicação populares, e vindo desde há tempos com seus ''experimentalismos''...que, infelizmente, sempre foram voltados p'ra uma abordagem mais ''pop''.

    Mas há boas idéias no cd, e versões que realmente ficaram ótimas, com as canções só ganhando em força e dinamismo...entretanto, a galera só se enreda na malandragem qüando se deixa levar justamente pelo excesso destes experimentalismos, descaracterizando algumas melodias ao fundir ritmos demasiadamente divergentes...

    ...minha opinião, pois ainda anseio por versões mais vigorosas desses e de tantos outros temas imortais do nosso cancioneiro, que as gentes de todas as partes merecem também ouvir...!

    Valeu a visita, seu Rayol! Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. cara tu conseguiu confundir minha cabeça, eu ia postar um comentário totalmente contra ao Rock de Galpão, agora já nem sei mais. Só acho que de boas idéias o mundo pop está cheio. Sem querer ser conservador, e já sendo, bah tchê, música gáucha é aquela música que fala da nossa terra, independente do ritmo, cito o exemplo de Graforréia Xilarmônica com Amigo Punk.

    ResponderExcluir
  4. Tá falado, tchê!

    ...a tecla que eu martelo é só aquela mesma: o parentesco da música sul americana com as raízes do Heavy Metal(assim como o entendemos hoje), e suas conseqüentes similaridades...este tema mesmo da Graforréia, é uma música feita num tom de sarcasmo, irônica e divertida, bem ao estilo da banda...ainda não foi feita, no estado, uma música que unisse a força do Heavy Metal com o lirismo gaudério...algo que já vem sendo ousado há tempos por grupos lá do outro lado do Uruguay com resultados excelentes...

    ...mas a coisa aí no galpão do Neto é mais ou menos à esta, como eu escrevi aí no post: o filho do Bagre nunca fez muita distinção do que seria ´´rock´´...lembra aqueles reggaes de uns anos atrás? Acaba sendo que, em muitos momentos, este Rock de Galpão acaba não soando nem como música nativa...nem como Rock! Uma derrapada...Hehehe!

    Aquele abraço, loco!

    ResponderExcluir

Comente sobre o post, para Pedido, Parceria, utilize o email mail@agoraerock.com

Seu comentário é nosso incentivo para continuar com este blog e trazer notícias e musicas boas para vocês!